Ofício CPB

À comunidade paralímpica,

Neste momento de recrudescimento de contágio da Covid-19 em São Paulo e no Brasil, a preocupação do Comitê Paralímpico Brasileiro é ainda maior, especialmente para com os que integram o grupo de risco.

Entre os mais suscetíveis a complicações caso venham a se contaminar com o vírus estão os lesionados medulares, pessoas com enfermidade neurológicas e/ou pulmonares, paralisados cerebrais e imunossuprimidos.

Estes grupos de pessoas com deficiência englobam grande parte dos atletas que competem, treinam ou frequentam regularmente o Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo.

O Comitê Paralímpico Brasileiro é conhecedor do cenário atual em que estamos inseridos, e mantém-se firme na sua premissa de zelar pela saúde, segurança e bem-estar de seus atletas assim como do público em geral.

Por este motivo e também considerando as orientações das autoridades de saúde, regionais e nacionais, acerca do retorno das atividades esportivas em seus mais diversos níveis (das escolinhas de formação ao alto rendimento), o Comitê Paralímpico Brasileiro vem a público informar que o Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro, em São Paulo, permanecerá com as atividades, calendário de competições e treinamentos suspensos por tempo indeterminado.

Ainda nesta semana anunciamos o cancelamento das Paralimpíadas Escolares, até então previstas para serem realizadas na segunda quinzena de novembro. As escolinhas do Centro de Formação Paralímpica, que reuniam mais de 600 crianças de São Paulo e municípios vizinhos no CT, também estão suspensas até março de 2021.

Esta praça desportiva permanece sem circulação de público desde a segunda quinzena de março, quando a cidade de São Paulo entrou em regime de isolamento social. Os mais de 300 funcionários do CPB se revezam, desde então, em home office e férias.

Antes disso, no entanto, o CPB declinou de abrigar duas competições internacionais nas instalações do CT, equipamento do qual é o gestor desde sua fundação, em maio de 2016.

Reiteramos que a reabertura do Centro de Treinamento deverá ocorrer no momento que houver segurança sanitária para garantir a livre circulação de pessoas. Para tal, o departamento médico do CPB elabora um protocolo de retomada das atividades que deve ser divulgado ao público nos próximos dias.

Com tudo isto posto, ressaltamos a importância de todos manterem-se em casa, com atenção especial à higienização e, à medida do possível, mantendo a prática desportiva. Sobre este último tópico, o Comitê Paralímpico Brasileiro lançou a plataforma Movimente-se, sobre o qual você pode obter mais informações em:
http://movimentoparalimpico.com.br/

Mizael Conrado de Oliveira
Presidente do Comitê Paralímpico Brasileiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *